quarta-feira, 11 de abril de 2012

Fumaça



Sorriso teu não me encheu
A lagrima que não doeu
Romance escondido
Entre a fama e a desgraça
Eu prefiro o ar livre
Da tua fumaça
Sufoquei mas não desisti
Rabisquei e descubri
Que já era....


Tatuagem


http://tatuagemtribal.blogspot.com

4 comentários:

Simone MartinS2 disse...

Boa noite!
E ao te respirar,
senti meu peito
sufocar...Exalei
tua fumaça e agora
é tarde, pois Inês
é morta!
Abraços

Tatuagem disse...

Grande abraço Simone!

F. Otavio M. Silva disse...

"Entre a fama e a desgraça
Eu prefiro o ar livre da tua fumaça"

O texto inteiro é muito bom mas esse trecho traduz a essência do poema.

Grande Beijo
F. Otávio M. Silva
Surfista de Banzeiro
http://www.surfistadebanzeiro.com/2012/04/e-se-eu-preferir-errar.html

Cris Martins disse...

adorei! ;)

otima semana pra vc!
bjao