sexta-feira, 30 de setembro de 2011

RECADO DE AMOR


Palavras não conseguem
Expressar o que sinto por você,
Versos curtos me impedem de dizer
Tudo o que sinto...
Sentimento novo,
Que invadiu minha alma.
Sou sua meu bem,
Somente sua!
Meu corpo só você toca,
Minha boca busca seu beijo,
Minha palavra preferida:
Seu nome!
Como anseio estar sempre com você...
Não duvide,
Pois meu melhor verso é seu,
Ninguém mais toca minha poesia...
Esse recado
Escrevi pra você,
Simplesmente porque minhas palavras são apenas  suas...
video

terça-feira, 27 de setembro de 2011

S U A V I D A D E

Executei esta peça em argila branca. Queimei a 980 graus.

"Se as árvores tivessem alma, talvez uma qualidade
que se poderia atribuir a elas fosse a suavidade.

Suavidade não é ausencia de força, mas algo que
não perturba, não pressiona, mas conhece o poder
que tem e oferece abrigo.


Parte do texto Suavidade, extraido do livro Beleza Interior, da Brahma Kumaris Editora.

Por Ma Ferreira

sábado, 24 de setembro de 2011


Eu sinto-o...

Eu poderia jurar pra mim mesmo nunca mais te amar, eu poderia
te esquecer a qualquer hora, mais só me basta um olhar e tudo prova que poder
eu posso, só não consigo. As vezes imagino como seria se nada disso tivesse
acontecendo, se eu não estivesse completamente louco por você, olho do meu
quarto janela a fora e fico imaginando tu caminhando, vindo até mim, será que é
real? Será que vai ter fim?

Sabe, às vezes sinto aquela dor no peito, como uma faca
cravada virando de um lado pro outro daí dou-me conta que tu tas por perto, e
percebo que a mão que te toca, a boca que te beija, não são minhas.

De um lado um violão, velho abandonado do outro um som
tocando musicas lentas, em uma noite fria, você diz que sou estranho mais você
é um anjo e eu só preciso que você torne meus pensamentos, minhas imaginações,
meus sonhos em realidades, são tantos mais necessariamente realize um... se
torne real, e venha ser você e eu.

Eu penso, eu falo, eu imagino, eu sonho, eu só quero você,
mais ao menos me deixe escolher, é eu sei, agora aquela musica que fazia
lembrar você e eu, te lembra outra pessoa, que os momentos que sonhamos juntos,
já não são mais nossos, que os nossos sentimentos se separaram, e você segue
feliz... mais eu não quero outra chance, eu já tentei e não consegui, então
desculpe-me, esqueça-me seja feliz, só não se esqueça de quem te amou de
verdade, e lembre-se amor maior que esse, impossível de encontrar em outro
lugar, nem em sonho, até mesmo impossível imaginar, como eu acredito? Eu sinto-o.


 Autoria: JuniorPoltergeist

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

SOBRE NÓS MESMOS


          Hoje amanheci pensando em reagir, mas o que faria de bom a mim mesma se o fizesse? Na vida nos deparamos com pessoas de todos os tipos, algumas são capazes de nos fazer sorrir com gestos simples e doces, outras nos desequilibram as energias, tirando-nos do sério.
          Fácil conviver com gestos delicados e respeitosos, mas na maioria das vezes não é assim. Estou aprendendo a agir ao invés de reagir. Impossível não entrar em contato com pessoas difíceis, porém não posso permitir que tornem minha vida mais complicada que já é.
          Aprendi hoje que só posso ter paciência, não julgar, ajudá-las quando me requisitarem, mas não posso obrigar-lhes a enxergar os próprios erros e o quanto isso vem afetando negativamente suas vidas. Todos nós podemos aprender mais e mais a cada dia, mas somente se estivermos dispostos a fazê-lo. Temos uma capacidade infinita de nos elevarmos, superarmos nossas dores, fazer delas uma lição para nos melhorarmos como pessoa.
         Algumas pessoas não agem assim, ao contrário, usam  outras pessoas como válvula de escape para seus fracassos e às vezes as usam para vingar-se. Estranhamente não percebem que quem fez-lhes o mal, não está ali e, acabam afastando exatamente quem apenas queria-lhes o bem.
          Precisamos encarar nossas mágoas e os traumas deixados por elas. Olhá-las de frente, chorar um pouco mais, depois esquecê-las e começar de novo. Temos a obrigação de nos permitir uma nova chance e para isso basta modificar a nossa forma de agir.
          Precisamos parar de reagir e passar a agir. Uma coisa aprendi: não deixemos que coisas ruins nos marquem para sempre. Precisamos olhar nossa face no espelho sem medo. Nós devemos isso a nós mesmos. Recomecemos!

terça-feira, 20 de setembro de 2011

NOSSA PIOR DECEPÇÃO

Nossa pior decepção não é o próximo que nos fere com calúnias.

Não é a reprovação em um exame.

Não é o fim de um namoro.

Não é ser ofendido por um ser que sequer conhecemos.

Não é o emprego que não conseguimos, o contrato que não conseguimos fechar.

Não é a faculdade que não conseguimos cursar, a viagem que queríamos fazer.

Não são os nossos familiares que nos aborrecem, nos irritam.

Não são nossos filhos que teimam em nos desobedecer, em fazer tudo que está em desacordo com o que nós ensinamos.

Não é o nosso vizinho que teima em nos desrespeitar quando nós o respeitamos.

Não é não termos a vida que queríamos ter.

Nossa maior decepção? Nós mesmos, nossa incapacidade de tolerar, de amar incondicionalmente. Nossa falta de atitude diante das situações, nossa falta de posicionamento. Essas, sim, são nossas piores decepções, porque nós, somente nós temos o poder de nos decepcionarmos.

sábado, 17 de setembro de 2011

Eu sou eu, você é você, nós somos nós, e o que eles dizem? Não vale de nada...


Não adianta se esconder, sempre terá alguém que te dirá que não és especial, que tem algo de errado com você, e que não vê que um óculos, umas sardas no rosto, um aparelho ortodôntico não são mais importantes que o brilho que se esconde atrás dos olhos, a face que se esconde atrás do rosto, o sorriso que existe atrás de um simples aparelho.

Imagine que há algo mais além que a beleza externa, que um peso a mais, ou um peso a menos não faz a diferença, que um sentimento é bem mais valioso que a crença, que o visual a roupa é só um modo de nos sentimos bem, mais sempre vai vim certos seres que irão te julgar, irão te ofender, vão querer te ver lá em baixo com o menor animo possível, mais nada disso irá funcionar se ao invés de dar ouvidos você der um 
sorriso.

Seremos criticados por nossa beleza, por nosso jeito de ser, por nossas crenças ou descrenças, por nosso sorriso, por nossos sentimentos, ate mesmo pelo nosso modo de se vestir, pelo o que ouvimos, por lugares que freqüentamos, por pequenos defeitos materiais em nossos corpos, por um simples objeto carregado no braço, por nossa opção sexual, por nossas atitudes e até mesmo por você ser inteligente de mais, acredite.

Mais o que mais importa é o que sentimos por dentro, que nossos sentimentos o que a gente faz é o que a gente gosta, que tudo o que dizem não nos atinge, que o que sentimos o que verdadeiramente somos vale mais que um comentário passageiro, que dentro de cada um de si existe um pequeno defeito, no que adianta ser perfeito por fora e por dentro um vazio? Que só se completa com comentários, apelidos que ofendem quem é perfeito por dentro?

Autoria: JuniorPoltergeist

Do meu amor que não conheço

Do meu amor que não conheço
Que seja meu, e todo próprio
E sempre, eterno nos mesmos olhos
E sempre, motivo de recomeço

Que seja todo seu conforto
E meu, vez que é todo sentimento
E todo desejo do vento do outono
E todo, agora, e eterno contentamento

E que quando lhe conheça
A saudade, doença que vivo
Seja apenas um nome

E que quando o dia amanheça
Seja inteira, a flor de ontem
Pela qual vago no infinito.

Gabriel Castelar
.
http://gabrielcastelar.blogspot.com/

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

NAMORAR

Um abraço demorado
Um beijo molhado
Um olhar despreocupado
No hall da sala
Poder ligar a qualquer momento
A gente se vendo sem constrangimento
Isso é namorar
Ficar junto sem medo
Fazer do amor 
Nossa vida
Escolher a comida
Tomar conta do excesso da bebida
Fazer compras de vestido
Bermuda ou camisa
 Namorar é assim
Palavras doces sem medida
Falta de pudor compreendida
Planos para a vida
Namorar é assim
Eu pra você
E você pra mim...

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

MODERNINHA!!

Pingente de cerâmica confeccionado em argila creme, queimado em baixa temperatura, 980 graus.

Era uma vez... numa terra muito distante...uma princesa linda, independente e cheia de auto-estima.
Ela se deparou com uma rã enquanto contemplava a natureza e pensava em como o maravilhoso lago do seu castelo era relaxante e ecológico...
Então, a rã pulou para o seu colo e disse: linda princesa, eu já fui um príncipe muito bonito.
Uma bruxa má lançou-me um encanto e transformei-me nesta rã asquerosa.
Um beijo teu, no entanto, há de me transformar de novo num belo príncipe e poderemos casar e constituir lar feliz no teu lindo castelo.
A tua mãe poderia vir morar conosco e tu poderias preparar o meu jantar, lavar as minhas roupas, criar os nossos filhos e seríamos felizes para sempre...
Naquela noite, enquanto saboreava pernas de rã sautée, acompanhadas de um cremoso molho acebolado e de um finíssimo vinho branco, a princesa sorria, pensando consigo mesma:
- Eu, hein?... nem morta!

Luís Fernando Veríssimo


Por Ma Ferreira

terça-feira, 13 de setembro de 2011

FRASES DE EFEITO

SÓ ME ARREPENDO DO QUE NÃO FIZ;

É MELHOR SE ARREPENDER DO QUE FIZ QUE DAQUILO QUE NÃO FIZ;

QUERER É PODER.


Tenho questionado muito as frases de efeito oriundas da sabedoria popular. São frases diretas, impactantes, que causam grande impressão, mas no fundo dizem meias verdades.


A primeira frase, por exemplo, expõe duas características péssimas para um ser humano: a imprudência e a falta de humildade, porque um indivíduo que nunca deixa de fazer nada, não avalia, não pondera o que faz e, se nunca se arrepende, não aprende.


A segunda frase, que, aliás, transmite uma arrogância sem tamanho quando enunciada, é pior, porque um indivíduo que só se arrepende daquilo que não fez, é um indivíduo despreocupado com o próximo e, sobretudo, despreocupado com as consequências dos seus atos.


A terceira frase, quando dita, soa como uma equação matemática de resultado preciso: QUERER=PODER. Entretanto, não é bem assim, visto que o querer é apenas a mola propulsora, o QUERER é a vontade, mas para chegarmos ao ponto do PODER é preciso somarmos a esta equação pensamento positivo, atitudes corretas, muito trabalho, muita luta para então termos a possibilidade de realizar algo.


Como mencionei nas linhas inicias, as frases de efeito dizem meias verdades, isto é, parte do seu conteúdo é condizente com a vida, com a realidade, todavia cabe a nós refletirmos sobre elas, interpretarmos o que está além das linhas, o que está nas entrelinhas. Cabe a nós, acima de tudo, escrevermos as nossas próprias frases de efeito, mas que esse efeito seja verdadeiro e edificante.


domingo, 11 de setembro de 2011

Não me deixe...



Tardasse, a noite fria e escura junta-se com a solidão e me assusta, a observo através da janela, e a vejo me deixar, por favor, não vá, fique, não suporto ficar só, meu medo, me sinto inseguro, só você me passa segurança, você é única, só com você posso ser feliz, me sinto tão inseguro sem você.

O silencio bate, as horas avançam e eu me vejo sem você, da um aperto forte no coração, começo a tremer, fico caído sem lugar, sem amor, sem destino. Por favor, volte segure minha mão e me deixe ao menos essa noite te fazer feliz, só tu tens o dom de tocar-me e me deixar arrepiado, de falar e me fazer relaxar e só tu tem esse jeito que me deixa totalmente apaixonado.

Tua voz calma, doce, fininha por mim escutaria ela a noite inteira só assim teria a certeza que estás aqui, que realmente estás aqui do meu lado, me fazendo feliz. Não suporto mais ver tua imagem na parede do meu quarto, aparece e some, como poderei viver assim, eu quero você apenas você.

E quando tudo voltar a ser como era antes saberemos o valor da felicidade, seremos felizes, e nada mais me faltará, posso ter tudo que eu sempre sonhei, mais a única que eu quero e ainda não tenho é você, então, por favor, vire-se e caminhe em minha direção, venha e não me deixe mais só. Fale-me agora como se sente, é inexplicável explicar esse momento entre nós, essa sensação, esse afeto, essa conspiração, esse ritmo cardíaco, parece ser tudo mágica, parece ser tudo irreal, me parecia impossível mais real.

Agora me prometa nunca mais deixar-me, prometa que vai pra sempre minha, prometa que vai sempre me fazer feliz, prometa que vai ser feliz... Ao meu lado. Prometa, prometa.


Autoria: JuniorPoltergeist.

sábado, 10 de setembro de 2011

Injúria

Devolva
o amor que roubas de mim
que como o mar,
se faz gigante,
e nesse fado,
se faz o pouco,
o todo de mim.

Devolva
o desejo que roubas de mim
que como sangue,
se faz pulsante,
e nesse caso,
se faz o acaso,
o medo do fim.

Ó meu amor
minha doce, ignorante ilusão
Apenas devolva
um pouco de mim
que pelo ar é o perfume
a injúria inconcebível
o medo do fim.

Gabriel Castelar

Anuncio que em breve lançarei meu livro que se chamará Depois das pedras gostaria de contar com o carinho de vocês para com esse trabalho. Abraços

http://gabrielcastelar.blogspot.com/

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

CONFIANÇA


Como posso ter tanta certeza?
Faz tão pouco tempo!
Uma confiança audaciosa
Faz minha alma tranquila,
Porque palavras são fáceis de proferir
Atitudes, essas sim,
Provam a real intenção
E suas ações,
Confirmam minhas expectativas,
Cada vez mais a cada dia.
Nos seus olhos vejo 
A figura expressa do que é belo,
Nas suas mãos ágeis
Sinto-me  segura,
Mesmo quando distante
O seu cuidado me protege.
Ando assim:
Certa de querê-lo,
Com uma saudade,
Uma vontade dele,
Que desperta em mim
Mais que desejo,
Por mais um outro beijo.
Passo a passo,
Como brisa no fim de tarde,
Me entrego sem amarras
A esse gentil cavalheiro,
Que em meu coração
Entrou sorrateiro,
E fez morada desde então...
video

terça-feira, 6 de setembro de 2011

O eu e o outro


Cada um de nós é único, cada um é uma individualidade. Entretanto, por mais contraditório que possa parecer , mesmo essa individualidade, essa subjetividade é forjada a partir da figura do outro.

Nos definimos a partir do outro, o que vemos ou não vemos no outro é o que não vemos ou vemos em nós. Esse princípio, da interdependência, da intersubjetividade, está presente na psicologia , nos estudos de linguagem, na sociologia, na antropologia. E nada mais é do que a nossa capacidade de nos relacionarmos e estabelecermos diálogo. É uma condição, visto que o ser humano precisa de interação, de contato.

Então, por que tantos preconceitos? Por que tantos entraves? Por que tanta confusão, se o outro é parte integrante de nós? No momento em que compreendermos essa dimensão, muitas questões, que hoje nos atropelam, serão respondidas, muitas questões simplesmente não existirão; porque, nesse dia, compreendermos que o nosso eu está no outro, bem o outro está em nós.


sábado, 3 de setembro de 2011

Fingimento


Finjo tanto
que não sei se finjo.
Finjo, fingindo, fugindo
das minhas fugas reais.
Finjo no meu olhar
negro claro,
fingindo olhares nus.
Finjo a vida,
a morte fingida,
fingindo a doença,
fingindo a cura,
as juras descompassadas.

Finjo ser próprio,
ser impróprio,
fingindo aquelas flores,
a criança chorando.
Finjo curtos amores,
fingindo o sol,
fingindo o mar,
a fuga inconstante,
meu todo fingindo ser bobo,
fingindo não te querer,
fingindo não te amar
como o miserável, pobre,
e só meu,
fingimento.

http://gabrielcastelar.blogspot.com/

Sentimentos ao vento...


Ao certo incerto, sem valor sem razão,
Vagando solitário levado pela emoção,
Sentimentos ao vento que vem e vão.
Sentindo, vivendo sorrindo e aprendendo,
Amando, sofrendo, nem felicidade ao menos,
Sonhando com incerto em busca do certo,
Pensando em tristeza querendo felicidade.
A mágoa da felicidade, cobre a dor do amor,
O sorriso farsante nos lábios cobre o choro sofrido no coração,
Um sentimento vivido nunca se é o sentimento sonhado,
E o recomeço de um sonho tem sempre o mesmo final de uma recordação.
A felicidade buscada se encontra perdida,
Talvez o vento a traga ou ela vem com a vida,
Esse amor machuca, mais algum me fará feliz,
Essa tristeza dói, mais um dia me fará sorri.
E quando tudo acabar insisto em negar,
Mais ele volta sempre tem um jeito de entrar,
Assustado tento me esconder,
E ele tende a me achar,
Aaah amor, quando tu me deixarás viver em paz?

Autoria: JuniorPoltergeist

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

BEIJO

Lábios que se procuram

Numa necessidade crua

De entrar no outro

Desvendar segredos

Molhados, doces e ásperos

A barba que roça na face

A eternidade da entrega

Tudo por causa de um

Único corajoso beijo

Um mistério oculto

No encontro de bocas

Numa insana e frenética

Sucessão de lábios colados

Tentando manter-se unidos

Os olhos brilhantes

Ora abertos

Para ter certeza do outro

Ora fechados

No êxtase do instante

Línguas invasivas

Dentro apenas dentro

Apenas beijo...
video