quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Felino


Felino
Teu jeito brincalhão me ilumina
Os olhos verdes
Estatura divina
Vem brincar
Vem cochilar
Meu neguinho
Cor de charuto
Mas a fumaça que solta
Tem cheiro de fruta


Tatuagem


6 comentários:

Bixudipé disse...

Quanta musicalidade na poesia: adorei!

Abração,

Rodrigo Davel

Tatuagem disse...

Valeu Rodrigo! Beijos!

Cidinha disse...

Olá adorei os versos! Adorei o negão! Lembra os meus. Bjos!

Tatuagem disse...

Obrigada Cidinha. Beijo

Jasanf disse...

Muito irreverente seu poema! A criatividade é esplêndida.
Abraço,
Jasanf.

Tatuagem disse...

Abraço Jasanf!