sexta-feira, 21 de outubro de 2011

PRAZER

Sensação de êxtase
Que invade o corpo
Vazio de pensamento
Estática de ações
Calmaria...
Sentidos entorpecidos
Reflexos incontroláveis
O corpo  não  obedece
Satisfação...
Eis a síntese do prazer
Que invade a alma
Deságua no corpo
E deixa o gosto
De mais querer...

6 comentários:

Verso Aberto disse...

um êxtase que se esvai
e deixa
um querer que não se esgota

belo poema
abs

cidinha disse...

Belos versos, carregados de sensualidade e desejos. Abraços com carinho! Bom fim de semana.

Paulo Cesar PC disse...

O êxtase que uma bela poesia pode nos provocar é o que mais emocionante pode surgir na pureza de uma alma. Parabéns pela poesia e um grande abraço.

Ives disse...

Que linda síntese do amor, abraços

Rosivar Marra Leite disse...

Obrigada pelos comentários!
Tentei definir o meu prazer!
Bjim pra todos

JuniorPoltergeist disse...

Prazer Prazer Prazer, bela escrita, prazer vem e vai, deixando marcas e pedindo mais, prazer que queremos ter todos os dias de nossas vidas... prazer.
Parabéns.