sábado, 23 de julho de 2011

N'ALMA


Os olhos pequenos expressam o que vai n'alma
Pude notar uma lágrima na sua face direita
Toquei nela com delicadeza
Tentando disfarçar
Que vi ali nosso grande tormento
De querer em vão
Eternizar tamanha beleza
Quando penso em nós dois
Me invade uma doce saudade
Coisa boa é sentir
Que apesar do mundo inteiro
Há sempre um lugar para onde fugir
Fugir para dentro de ti...

7 comentários:

Anônimo disse...

MUITO LINDO O POEMA!
Teresinka Pereira - Presidente IWA

Simone MartinS2 disse...

Nossa! Essa me arrepiou de verdade...

"Quando penso em nós dois
Me invade uma doce saudade
Coisa boa é sentir
Que apesar do mundo inteiro
Há sempre um lugar para onde fugir
Fugir para dentro de ti..."

Jasanf disse...

Esplêndido, Rosivar! O eu-lírico neste poesa que fugir de si mesmo, mas acaba se encontrando por meio de reflexos da alma.

Anônimo disse...

Que lindo!!!! No entanto, querer em vão é tão triste!!! A vida bem que poderia ser menos complicada, né????
Abraço
Fabricia

Alê disse...

Acredito sempre na força dos olhos,

Reflexo d'Alma disse...

Esse é sempre um lugar seguro, para um
renovar de forças
mas pra sair e enfrentar
de peito aberto
e alma leve.
È assim que me sinto hoje.

"Que apesar do mundo inteiro
Há sempre um lugar para onde fugir
Fugir para dentro de ti..."

Bjins entre sonhos e delírios

JuniorPoltergeist disse...

Alma, meu lugar mais seguro pra esconder minha verdadeiras expressões e sentir os verdadeiros e mais fortes sentimentos. parabéns, bjs