sábado, 2 de julho de 2011

Pensamento Introspectivo



Havia um mar de mesmice
Misturado à melancolia
De palavras descompassadas
E um ar de falsa alegria.

Como num desabafo sincero
Minhas palavras fluíam
E sentimentos esparsos
Apenas iam e vinham

Meu corpo estava ausente
Preso num mundo de lembranças
De ideias fantasiosas
Como no mundo das crianças

Entre pensamentos e sensações
Melancolia e desafetos
Minha mente flutuava intensa
Num sonho de caminhos incertos

E todo sentimento
De mim foi se distanciando
E novas emoções vieram chegando

Num misto de coisas ainda distantes
Meu pensamento vagava
Buscando novos horizontes

(Fábio Henrique Canata)

8 comentários:

Tatuagem disse...

Mas a alegria verdadeira vai surgir...

Lindo!

Beijos!

Jasanf disse...

Às vezes é bom estarmos introspectivo a espera de algo mágico, contagiante e real em nossas vida. O dia D vai chegar e realizar desejos escondidos do eu-lírico.

Ma Ferreira disse...

Lindo poema de Canata!! parabéns..adorei!
bj
Ma

Simone MartinS2 disse...

Boa noite, passando para te pedir um favor, pode ser? Então...voce pode me fazer um favor? Entre no meu http://meumodosuavedeescrever.blogspot.com, la voce clika num selinho "TROVADOR LIRICO", vais entrar no blog.OSTRA DA POESIA, tem uma porta marrom, que abre e fecha, entre nela e veras meu poema: O poeta...seus rabiscos...agora, va no final da pagina e envie uma mensagem votando no meu poema, pronto! Obrigada e sempre estarei a te visitar...BJIN em seu coração!

JuniorPoltergeist disse...

Que lindo, Parabéns.
Bjs
Jp

Catia Bosso disse...

Que bom ter vc por aqui... Bem vindo!!!
Adorei seu poema de instrospecção... até pude me sentir nele por instantes... Parabéns!

bjs da amiga blogueira que te admira viu!!!

Catita

Van disse...

Fábio

Pensamento sempre voa

Lindo seu poema.

Reflexo d'Alma disse...

Bom ler seu poema e
nele me deixar como que em ondas...
"Num misto de coisas ainda distantes
Meu pensamento vagava
Buscando novos horizontes"

Delícia de final.
Bjins entre sonhos e delírios