sábado, 16 de julho de 2011

Sentir


Delicado é o sentir
Abstrato, imaterial
Contrasta a força
do construir
Algo vivo e tão real

Nesse campo intocável
Vê-se nítido sem retina
Sem o tato é tão palpável
Se intenso nos alucina

Universo imenso e denso
Em cada um como lhe é propenso
Uns o têm todo exposto
Outros o escondem não por gosto

Sinto muito o sentimento
Sinto tanto e sem tormento
Sinto até quando não sinto
Este enorme encantamento

Van

8 comentários:

Tatuagem disse...

Muito lindo!

Se sente a poesia!

Beijos

blog. da Tereza Maria disse...

"Sinto até quando não sinto"...
Que lindo, me apaixonei por esse sentir.
Sinta-se convidado a me visitar.
Retornarei, pois adorei seu blog.
Beijo na alma
Saidações Poéticas!

Paulo Francisco disse...

Lindooooo!
Adorei.
Um beijo grande

Ingrid disse...

que gostoso de ler e sentir..
beijos perfumados amiga

MARILENE disse...

Também sinto o encantamento, mas é pelos seus versos harmoniosos.
Bjs.

Jasanf disse...

Também adorei sentir seus escritos. Belo texto!

Van disse...

Amigos queridos, imprescindíveis e lindos, obrigada!

LuH disse...

Enormeee encantamento! Delicado e contrastante- campo intocável e de força grandiosa...

Ahh... que delícia voar aqui!

bjos, minha querida poeta!