quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Amplidão enferma







Na amargura de um prazo vencido, surge seu fiasco
Tendo o tempo 'curto' como seu carrasco
Loção cheirosa não tem valia no marasmo


Luz e treva num misto de insulto
Miséria astuta de agilidade fez seu culto
Louva aos insanos que revogam o inculto


lascívias de uma guerra em gestão
Trazem sorrateiras margens de um sultão 
Horripilam mágoas num mundo de pressão


Há de ter o sábio complacência  
Para não se abster de bons modos e querência
Afagar o mundo correto com aderência


Findos povos em regrado intenso
Retrocedem firmemente ao bom senso
Martirizam flores e títulos ao real contento...










(...um dos poemas que mais me fez sentir alívio ao término de sua escrita...)


Catia Bosso 

9 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Catia
Um poema forte, verdadeiro e belo. Amei.
Bjux

vinicius. C disse...

Sei do que fala, as vezes escrevo e sinto-me aliviado, por mais uma obra pronta- mais ainda, por conseguir ver a mim em casa linha. Muito bom mesmo!

Um beijo enorme e uma ótima tarde!

Estou esperando por vc no Alma!

Tatuagem disse...

Lindo poema!

Beijos

Jasanf disse...

Lindo poema!

Evanir disse...

Gratidão é uma sensação tão agradável...
Cresce onde sementinhas são lançadas,
floresce sob o sol. De um coração caloroso e bom,
cresce mais quando é cuidada.Quase todos temos motivos para a gratidão,
quando pessoas em nossas vidas têm tempo para partilhar e nos fazer
saber por bons atos que nós estamos em seus pensamentos e que elas se importam.
As coisas que você faz, com tanta compreensão e bondade,
me enchem de gratidão por ter a sua amizade. Obrigada,
por se importar comigo, isso ilumina o meu viver .
Adeni Gomes.
Lindo e abençoado final de semana,,Evanir.
Agradeço por Você Me Fazer Sorrir..

cidinha disse...

Olá, Ma. Lindo poema! Passando por aqui, para deixar um bom dia. Cheio de paz e luz para vc amiga. A amiga catia é uma grande poetisa! bjs com carinho.

Evanir disse...

Querida Amiga Deus abençoe seu Dia beijos no coração,Evanir.

Rosivar Marra Leite disse...

Minha alma por vezes fica enferma com tamanha angústia q sente nesse mundo de tantas belezas e tormentos.
Belo poema...

Rosivar Marra Leite disse...

Minha alma por vezes fica enferma com tamanha angústia q sente nesse mundo de tantas belezas e tormentos.
Belo poema...