quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Tristeza em combate








Luta em combate o soldado da tristeza
Segue com sua espada, tem rumo certeiro.
As emoções lhe faltam, o fel é sua leveza.

Um inerte sonho enevoa sua luta
Faz firme dúvida pairar na labuta
Entre alegrias e falta de sorrisos, tem a pauta!

Veredicto austero e suplicante...
Embainha teus medos! Tristeza arfante.
A hora é de dar a outra face.
Surge na aurora uma nova fase















5 comentários:

Verinha disse...

Lindo poema.Avante! Vamos combater a tristeza.Até a próxima

Psicóloga disse...

Amei o poema...

Difícil é saber quando dar a outra face e ir pra outra fase.

Super inteligente esse jogo com as palavras, face e fase... é possível inúmeras interpretações

abraços,

http://olhardepsicologa.blogspot.com/

Paulo Francisco disse...

Muito bom! Como sempre, né?

Estou meio desanimado para combater qualquer coisa rs rs
Um beijo grande

✿ chica disse...

Lindo e vamos lá,XÔ Tristeza,rsrs beijos,chica

ONG ALERTA disse...

A tristeza precisar ser entendida...beijo Lisette.