terça-feira, 16 de agosto de 2011

Quem vê cara não vê coração


O ditado popular que dá título a este artigo enuncia com muita veemência uma determinada condição. Entretanto, se atentarmos, perceberemos que essa "frase de efeito" não abrange a realidade que nos rodeia.

Quantas vezes vemos o coração de um indivíduo pela sua expressão facial?

Muitas vezes, uma face sisuda esconde tão-somente uma tristeza, esconde dores que a alma não suporta.

Muitas vezes, um olhar distante denuncia a solidão de um sujeito.
Quantos doutores, quantos sábios por trás de maltrapilhos, mendigos... Quanta gente mesquinha disfarçada de religiosa, de benfeitora...

Quantos mal-educados disfarçados de educadores...

Como é possível, então dizermos que quem vê cara não vê coração. Obviamente, algumas aparências, algumas posturas nos enganam, porque somos seres humanos, inacabados moralmente e por isso preconceituosos, mas cabe a nós ficarmos atentos, nos policiarmos para sabermos discernir o verdadeiro do falso.





8 comentários:

Imac by Artes disse...

Bom texto para refletirmos.
Infelizmente vivemos um tempo em que preocupam-se mais com o ter do que com o ser... As pessoas estão ficando cada vez mais individualista. Precisamos que Deus nos dê discernimento para diferenciar o bem do mal e fazer que o mundo seja um pouco melhor.
Abraços!

lis disse...

Tomara toda aparência refletisse um lindo coração.
Nos dias de hoje discernir é fundamental.
um abraço

Jasanf disse...

Excelente texto, amada Tatiana! Bela análise.

Patrícia Pinna disse...

Boa noite.É verdade! O discernimento é muito complicado de se ter, pois existem pessoas que conseguem enganar muito facilmente as outras!
É essa uma questão muito relativa.
Um beijo grande, parabéns pelo belo texto, e fique com Deus!

Simone MartinS2 disse...

Boa noite...penso que a primeira impressão é qque fica, mas com o passar do tempo, as vezes, tudo se modifica e mudamos de opinião...bjin

cidinha disse...

Oi, amiga. È para refletir! Muitas vezes nos surpreendemos com a atitudes das pessoas.Más sempre existe algo bom! há diferenciações, pois ninguém é tão bom e nem tão mal. È pois uma questão de ótica! Bjos!

Rosivar Marra Leite disse...

Adorei seu texto, uma visão bem realista.

Reflexo d'Alma disse...

\bo reflexão...vou reler e volto com calma, esta bem?
Mas belo o texto é.

Bjins entre sonhos e delírios