segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Cheguei para fechar a noite...


Como toda noite de segunda feira, estou cansada...
O dia foi corrido, as horas passaram e nem vi.
Quando dei por mim, a aula da faculdade já havia terminado;
Agora, escrevo o texto que não tive tempo para redigir;
Organizo o pensamento não pensado.
E vejo a efemeridade das horas, minutos, segundos...
“Tic tac tic tac tic tac tic tac tic tac tic tac”:
Diz o relógio para mim,
E eu vejo que tenho que ser breve como o tempo,
Curta como a segunda feira e
Chegar, só por hoje, atrasada para fechar a noite...

4 comentários:

cidinha disse...

Durma, bem amiga. as horas voam. Também estou aqui ouvindo o tic tac do relógio e tambem cansada. Agradeço o carinho da sua visita. Tenha um lindo dia! Bjos e Bjos no seu coração. Muita luz!

Paulo Cesar PC disse...

O se humano e o tempo. A vida está atrelada a essa regra básica do viver, não é verdade? O tempo, o senhor da razão. Um beijo no seu coração.

Ivone Poemas disse...

Que pena que tem de ser assim,mas é a vida, moderna e estressada, passa e passa quando vemos estamos cansados e o ano passando assim como uma segunda feira!!!
Abraços
Ivone poemas
henristo.blogspot.com

Jasanf disse...

Conseguiu, realmente, fechar a noite!