sexta-feira, 12 de agosto de 2011

EMBRIAGUEZ


É muito mais que qualquer coisa
Sou eu me cobrando por um término
Que não foi minha culpa,
Uma culpa que já não é minha!
Só um abraço,
Estar dentro de alguém,
Dentro do peito de alguém...
Gente, uma de nós dormiu no tapete!
Eu sinto mais frio do que calor.
Ouço Marilion,
Sinto falta do passado,
Eu estou muito bêbada!
Eu acordo durante a noite
Para escrever,
No meu trabalho, faço o que gosto
É uma realização,
Me traz paz e angústia,
Porque amo o que sou
Amo o que sinto,
Eu apenas sinto...
Eu continuo bêbada,
E minha amiga bêbada escreve para mim,
Enquanto a outra amiga ri ,
Esta poesia é a síntese da bebedeira,
Talvez o pior texto que escrevi e ditei,
Mas é a pura expressão da alma...
Nós sentimos demais,
Sinto pena daqueles que não sentem,
É apenas o vinho numa noite entre amigas...
 
ESCRITA NUMA NOITE DE MUITA BEBIDA E CONVERSA SOLTA

4 comentários:

Paulo Cesar PC disse...

Muito bom texto poético. É preciso inspiração e sentimentos para deixar as palavras saírem Grande abraço.

Ivone Poemas disse...

Sentimentos, isso ninguém pode fingir, acredito em sentimentos e são com eles que também escrevo tudo o que sinto na vida com "V"como costumo dizer. Em meu blog "Poemas sem peias" digo assim como você o que sinto em meu viver!!!
Saem poemas que servem para nos ajudar em todos os momentos!!!
Lindo blog, parabéns!!!
Ivone poemas
henristo.blogspot.com

Rosivar Marra Leite disse...

Obrigada amigos!
Esse saiu da alma numa conversa entre amigas regada a muito vinho.
Bjim

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde.Vim te conhecer através do "FOLHAS DE OUTONO".Achei linda a amizade de vocês, é rara como disse à Severa.
Quanto a sua poesia, não importa o estado em que você se encontrava, e sim que você conseguiu transmitir alma!
Um beijo, fique com Deus, e tenha um excelente fim de semana!