terça-feira, 14 de junho de 2011

ENTRE A LUZ E AS TREVAS

Como seres dúbios,ainda imperfeitos moralmente, temos, em nosso interior trevas e luzes.

Vivenciamos as trevas quando:

exercitamos nosso complexo de inferioridade e menosprezamos quem nós somos, a nossa essênica.

não nos permitimos dizer o não necessário ao nosso bem estar

desperdiçamos as oportunidades de aprendizado que a vida nos dá

não expressamos nossos sentimentos e permitimos que ocorra em nosso interior não uma explosão, mas um implosão tóxica.

Mas como temos a essência divina, temos a capacidade de encontrar, mesmo nos momentos mais obscuros, a luz que nos guia, que acende em nosso âmago a esperança.

Então, apreendemos as luzes do conhecimento, ao compreender que cada revés da vida é uma valiosa lição.

Sentimo-nos aquecidos pelas luzes da paz, ao percebermos que o revide só contamina a nossa alma.

Vivenciamos a luz da liberdade ao perdoarmos quem nos ofendeu.

É imprescindível acendermos as luzes que se encontram em nós. É preciso lutarmos para que a luminosidade do nosso ser seja mais forte do que a escuridão, para que, aos poucos, deixemos de viver entre as trevas e a luz para vivermos na constante presença da luz.

10 comentários:

Catia Bosso disse...

Existe uma passagem bíblica de que gosto muito que diz: se os seus olhos forem luz, serás luz! se os seus olhos forem trevas, grandes trevas serás... algo assim. Mas casou direitinho com seu texto, gostei muito, me fez refletir!

bjs

Catita

Jasanf disse...

O que será que se encontra por trás das trevas? Cerimonial avassalador de emoções? O que significa estar na graça e/ou na luz? Excelente reflexão, Tatiana!

Wanderley Elian Lima disse...

Aprendemos com as dores, mas sempre mantendo a esperança em dias melhores.
Bjux

Severa Cabral(escritora) disse...

Amo passar por aqui só para beber dessas palavras que infla nosso ego...engrandece o coração...
bjssssss

Tatiana disse...

Meus queridos, obrigada pelos comentários!!

Artes e escritas disse...

A filosofia do ying e do yang em complementação e assim o mundo gira. Um bom começo para a luz. Um abraço, Yayá.

♫ ♪ Wilson ♫ ♪ disse...

A sabedoria é a luz de Deus! Só existe luz onde Deus tem o seu lugar preservado.

Grande abraço a todos!

A paz esteja nas suas vidas

Ma Ferreira disse...

Tatiana..adorei seu post;Parabéns!!
Estudamos na mesma escola.
Assim seja,

Bj
Ma ( mdfbf.blogspot.com)

JuniorPoltergeist disse...

Ora Ora se não é a junção entre o bem e o mal, as luzes e as trevas, amei o post. Parabéns.

Anônimo disse...

Realmente essa implosão de sentimentos adoece a alma.
Precisamos aprender a viver, perdoar e perdoarmos a nós mesmos. Difícil, mas necessário.
Excelente reflexão!

Abração,

Rosivar